Financiamento Privado: Saiba como contratar um!

O sonho de passar na faculdade, fazer uma graduação, se tornar um médico, engenheiro, advogado, contador ou qualquer uma das milhares de profissões existentes, faz parte da vida de boa parte da população. Principalmente dos jovens que acabam de terminar o ensino médio, ou até mesmo daqueles que frequentam cursinhos ou de quem já parou de estudar a algum tempo. O problema é que muitos não têm condições de arcar com os gastos em uma instituição pública, dessa forma precisam optar por um financiamento privado. E se você quer saber mais sobre ele e como contratar, continue lendo esse artigo que vamos explicar tudo.

Financiamento Privado: o que é?

O grande desafio de quem quer fazer um curso superior é conseguir passar em uma faculdade, sempre indo em busca de cursar em uma instituição pública ou com bolsa em privada. Porém se você não obteve uma boa nota no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), este sonho pode parecer ficar um pouco distante. Contudo, é para isso que existem os Financiamentos Privados.

O Financiamento Privado foi feito especialmente para quem deseja fazer uma graduação ou uma pós graduação mas não possui dinheiro para isso no momento. Atualmente cada vez fica mais comum fazer uso do Financiamento Privado e como a demanda vem sendo muita, a oferta está aumentando na mesma proporção. A cada dia que se passa vem surgindo novas espécies de financiamento, a fim de satisfazer todos os gostos e todos os “bolsos” proporcionando a todos que desejarem a oportunidade de estudar.

Financiamento Privado: vale a pena?

O financiamento privado funciona da mesma forma que um empréstimo. O estudante, ao contratar esse serviço recebe o dinheiro para o pagamento de sua faculdade, mas depois precisa pagar esse empréstimo acrescido de juros e correção monetária.

O financiamento privado é oferecido por empresas privadas, com isso a sua taxa de juros é mais alta que a do FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior), e possui um menor prazo para o pagamento da dívida. Contudo não é necessário que se tenha realizado o Enem, nem tem limite de renda.

Financiamento Privado: Onde conseguir?

Conseguir um financiamento privado não é tão difícil quanto parece. Para isso você pode optar por empresas de financiamento estudantil, ou pelos tradicionais bancos. Neste artigo falaremos um pouco mais sobre ambos.

Empresa de financiamento estudantil:

As empresas de financiamento privado estudantil são um crédito para universitários. Geralmente essas empresas possuem uma parceria com algumas faculdades privadas, e cada uma possui suas regras particulares. Para ser  aprovado é necessário que o estudante siga alguns requisitos, que são:

  1. Possuir um fiador;
  2. A renda do aluno e do fiador somadas precisam atender a um valor mínimo, que varia de acordo com cada instituição;
  3. O aluno e o seu fiador não podem possuir nenhum tipo de restrição em seu nome.

Obs: Um caso particular, é o famoso Educa Mais Brasil, que é um programa do governo que garante, além do empréstimo estudantil, um desconto de até 70% do valor da mensalidade. O principal critério desse financiamento privado é não possuir condição de pagar 100% da mensalidade.

financiamento privado

Financiamento por bancos:

Há também os financiamentos privados nos quais os bancos oferecem créditos para estudantes universitários. Em geral é necessário que o estudante tenha conta no banco. No financiamento privado por bancos, você tem a possibilidade de pagar suas mensalidades com até o dobro do tempo. Contudo, o financiamento através de bancos não é disponível para o pagamento de todo o curso, sendo restrito geralmente a um semestre.

Quais são as vantagens de um Financiamento Privado?

O financiamento privado possui muitas vantagens, pois com ele você tem a possibilidade de continuar em seu curso superior quando a grana está curta. Sem precisar trancar a matrícula temporariamente e sem precisar perder um semestre. Outra vantagem de optar pelo financiamento privado é a menor burocracia para conseguir o empréstimo, e não há aquela limitação de vagas nem exclusão do “candidato” como no FIES por exemplo.

O financiamento privado também possui uma agilidade, com isso o estudante garante seu empréstimo na hora do sufoco. E também possibilita o pagamento em um tempo maior do que seria o pagamento normal das mensalidades, com um valor menor.

Quais as desvantagens de um financiamento privado?

Com tudo, o financiamento privado também possui suas desvantagens. Com ele você não pode financiar totalmente o seu curso, sendo restrito, na maioria das instituições, para apenas um semestre. Outra desvantagem é o juros cobrado, que muitas vezes aumenta muito o valor real da mensalidade.
É necessário que cada um analise os prós e contras a fim de decidir o que é mais vantajoso.

You might also like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.