Categoria: Educação

O curso de Direito é um dos cursos mais desejados do Brasil, o curso abre um largo leque profissional, com vários concursos públicos e salários atrativos que atraem milhares de estudantes todos os anos para a faculdade de Direito.  O resultado disso pode ser visto na concorrência dos cursos que é sempre alta. Nas universidades federais, muitas vezes, o número de pessoas por vagas é tão alto que fica atrás somente de medicina.  E se você quer saber quanto custa faculdade de direito e outras informações, continue lendo

Curso de Direito no Brasil

Mas não há com que se preocupar, mas o Brasil é o país com o maior número de faculdades de Direito do mundo.  O que ajuda a deixar as mensalidades dos cursos com um preço atrativo.  Com a imensidão do país, de norte a sul, é possível encontrar faculdades com diversos preços e acessíveis ao orçamento de muita gente.

Mas como nem tudo são flores, você precisa ficar atento antes de se matricular em uma faculdade de Direito. Existem muitas faculdades por aí, que o curso não é aprovado pelo MEC, ou seja, o seu diploma não vale de nada. O barato pode sair caro.

Mas se você está disposto a ingressar em um curso e quer saber quanto custa faculdade de Direito, prepare sua calculadora.  Não é possível fazer um cálculo realista considerando apenas o valor mensal.

É preciso colocar no papel os gastos extras e ter em mente que o investimento irá durar o tempo da graduação, que é entre 4 a 5 anos.

Bom, fizemos um guia de como é cursar Direito nas principais Universidades brasileiras e do mundo.  Se você ainda tem dúvidas do que levar em conta na hora de seguir a tão sonhada carreira, não saia daí!

quanto custa faculdade de direito Quanto custa faculdade de Direito na PUC

A PUC é a universidade privada com melhor conceito no país. O curso de direito da PUC é embasado nos princípios cristãos da verdade, solidariedade, justiça e liberdade.  O objetivo do curso de direito da PUC é formar o profissional para que ele seja apto a interferir na sociedade, contribuindo para uma sociedade mais justa e solidária.

O curso de Direito da PUC é organizado em três eixos de formação. O eixo de formação fundamental, profissional e prática.  O aluno faz estágio prestando serviços as parcelas mais carentes da sociedade.

Por ser uma das melhores universidades do país, a PUC também é uma das universidades que possuem a mensalidade mais alta do país. Atualmente, a mensalidade do curso de Direito da PUC está em torno de R$ 2.000,00.

Nos EUA

A primeira coisa que você tem que saber para fazer faculdade de Direito nos Estados Unidos, é a diferença na estrutura do curso entre Brasil e EUA. No Brasil, o curso de Direito é uma graduação, já nos Estados Unidos, o curso é uma pós-graduação.

Para fazer direito nos Estados Unidos, o estudante ingressará na universidade e cursará disciplinas no campo de sociologia, política, filosofia e etc. Após 3 ou 4 anos cursando disciplinas básicas, o aluno estará apto para entrar para a Law School, escola de Direito.

As faculdades públicas e privadas americanas são pagas, a taxa do curso é anual.  O valor médio anual para cursar Direito nos Estados Unidos é 50 mil dólares.

quanto custa faculdade de direito nos estados unidosEm Portugal

Portugal é um país com forte tradição em Direito, com universidades bem-conceituadas, o país se tornou uma referência mundial.  Por isso, os cursos de Direito em Portugal são bastante concorridos.

Você pode estar se perguntando, é difícil cursar Direito em Portugal? A resposta depende muito. O processo seletivo nas universidades portuguesas é baseado no desempenho acadêmico anterior do aluno, ou seja, você precisa ter tido boas notas durante o ensino médio para conseguir entrar em uma universidade em Portugal.

Um outro fator no processo de inscrição que é levado em conta é a experiência profissional, se você já tiver tido algum tipo de experiência prévia na área de direito, isso lhe dará créditos no processo de seleção.

A grande vantagem de estudar Direito em Portugal é que você estudará em escolas de vanguarda com referência em todo o mundo.  Com uma experiência internacional, você se destacará de outros profissionais.

Se você quer saber quanto custa faculdade de Direito em Portugal, o preços variam de acordo com cada instituição. Por exemplo, na Universidade de Coimbra, o curso de direito gira em torno de 7 mil euros por ano

 

Read Full Article

Estudar na Europa é o sonho de muitos brasileiros e Portugal, por falar a mesma língua nossa, é o principal destino da maioria.  Existem diversas bolsas de estudos em Portugal para os brasileiros, seja para fazer graduação, mestrado ou doutorado.  E se você quer saber mais sobre elas. Continue lendo esse artigo que contamos tudo para você!

Vale a pena tentar uma bolsa de estudos em Portugal?

Portugal é um país encantador, com uma ótima qualidade de vida, o que faz com que os brasileiros se sintam em casa. Devido à crise econômica no Brasil, o número de brasileiros que estão deixando o país, só aumenta.   Por isso, as bolsas de estudos estão ficando cada vez mais concorridas. Se você deseja uma bolsa de estudos em Portugal, é bom você já ir se preparando.

Mas não desanime, atualmente, existem diversas modalidades de bolsas em Portugal para brasileiros.  Você pode concorrer a uma bolsa em universidade pública ou privada.

Portugal oferece muitas bolsas de estudos por mérito, alunos com ótimo desempenho acadêmico podem solicitar uma bolsa de estudos em universidades portuguesas, além de não precisar pagar as taxas universitárias, o aluno também recebe um valor mensal para ajudar em sua estadia no país.

Bolsa de estudos Para brasileiros

Os brasileiros podem concorrer a diversas modalidades de bolsa em Portugal.  O programa que mais tem oferecido bolsas de estudos para brasileiros em Portugal é o Santander.  O Santander Universidades tem o programa Luso-Brasileiras que tem o objetivo de fortalecer o intercâmbio acadêmico entre Brasil e Portugal.

Esse programa é voltado somente para alunos da USP e UNESP.  Mas o Santander possui outros programas de intercâmbio que alunos de outras universidades brasileiras podem se inscrever.  Em 2017, os brasileiros também poderão concorrer a uma bolsa de estudo em Portugal pelo programa Erasmus Mundus.  Se você deseja estudar cinema em Portugal, estão abertas as inscrições para o mestrado em cinema.

É uma oportunidade e tanto para quem deseja estudar em Portugal, além de ser uma bolsa generosa, o estudante terá direito de concluir o mestrado em 2 anos em três universidades diferentes. As universidades são em Lisboa e em outros dois países.

O programa é financiado pelo Erasmus + e contempla estudantes de países que não fazem parte da União Europeia, e que não tenho residido em um país da União Europeia por mais de 12 meses nos últimos 5 anos.

Para se candidatar a uma bolsa de cinema em Portugal pelo Erasmus, o candidato deve ter uma graduação em cinema ou em área correlatada. Estudantes com formação em outras áreas, mas com experiência prévia em cinema, também podem concorrer.

Para se candidatar o estudante deve apresentar proficiência em inglês por meio de exames TOELF e IELTS, currículo, diploma de graduação traduzido, carta de referência, carta de motivação e portfólio. As inscrições para estudar cinema em Portugal vão até o dia 10 de dezembro de 2017.

bolsas de estudo em PortugalBolsa de Estudos para o Curso de Direito

Portugal possui uma forte tradição em Direito. E por isso, é o destino de muitos brasileiros que desejam continuar ou ingressar em um curso de direito em outro país. A grande vantagem de estudar Direito em Portugal, é que você estará em contato com as melhores universidades do ramo no mundo.

Estudar direito em Portugal deixará seu currículo mais atrativo, além do mais, o processo para revalidar o diploma no brasil não é complicado.  Algumas universidades oferecem bolsa de estudos em Portugal para alunos de direito, o candidato deve procurar no site das próprias instituições.

Estudar em Portugal Pelo Enem

OS brasileiros podem ingressar em universidades portuguesas com a nota do Enem, com restrição ao curso de medicina. Desde 2014, mais de 20 universidades portuguesas fizeram acordo com o Inep e fazem seleção de brasileiros pelo ENEM.

As universidades em Portugal são públicas e privadas, os estudantes podem pagar as taxas ou concorrer a uma bolsa. Para conseguir uma bolsa pelo ENEM, o estudante deve checar nos sites das próprias universidades, pois cada uma possui um critério de seleção próprio.

Bolsa de estudos em Coimbra

A Universidade de Coimbra é uma das mais antigas e mais prestigiadas do mundo. Apesar de ser uma instituição pública, os alunos precisam pagar taxas para frequentar os cursos anuais ou mensais.

Porém, a Universidade de Coimbra oferece bolsas por mérito para alunos que apresentem um ótimo histórico acadêmico. O aluno bolsista é dispensado de pagar as taxas da universidade e dependendo da modalidade da bolsa. O aluno também recebe um auxílio durante sua estadia em Portugal.

bolsa de estudos em portugal

Read Full Article

Quem é que nunca sonhou em estudar no exterior? Ser estudante em outro país é um sonho de vida da maioria das pessoas e esse sonho tem se tornado cada vez mais acessível. Nos últimos anos, o número de estudantes brasileiros  no exterior quase triplicou, graças as bolsas de estudo no exterior

Muita gente pensa que estudar no exterior é algo muito caro e impossível. Isso é um mero engano, se planejado, estudar fora do Brasil pode sair por um preço que cabe em seu bolso.  Outra coisa que muita gente não sabe, é que existem muitas oportunidades de bolsas em diversos países exclusivas para brasileiros.

Se você está procurando por  bolsas de estudo no exterior, fique comigo.

Como conseguir bolsas de estudo no exterior

Literalmente, existem milhares de bolsas de estudo no exterior para brasileiros espalhadas pelo mundo. Sabendo procurar, é possível encontrar bolsas em praticamente todos os continentes.  As bolsas são para todos os níveis, desde de cursos de idiomas, graduação e pós-graduação

O primeiro passo para conseguir uma bolsa de estudo é pesquisar. Pesquise muito, muito e muito. Na internet você encontra milhares de bolsas de estudos em todos os níveis, algumas bolsas são específicas para estudantes de certa parte do mundo, por exemplo, latino americanos, asiáticos.

Muitos países de primeiro mundo oferecem bolsas exclusivas para estudantes de países em desenvolvimento.  Algumas ONGs também oferecem bolsas, as instituições de ensino também costumam oferecer bolsa para estudantes internacionais e muitas fundações pelo mundo.

Contate diretamente a instituição que está oferecendo sua bolsa, seja uma ONG ou a própria universidade. É importante que você entre em contato diretamente com eles, esclareça suas dúvidas, e prepare seu processo de inscrição.

bolsas de estudo no exteriorO que fazer depois de ser selecionado?

Após ter escolhido para qual bolsa se candidatar e checado todos requisitos, é hora de montar seu currículo. O seu currículo é sua porta de entrada para bolsas de estudo no exterior, ele precisa ser chamativo e destacar suas qualidades.

Destaque todas as suas experiências no exterior, seus trabalhos extra-curriculares e trabalhos voluntários, tudo isso é um diferencial ao concorrer a uma bolsa de estudos.  Você também terá que redigir uma carta de motivação contato porque você merece essa bolsa.

Essa carta é crucial no processo de seleção para bolsa de estudos. Nela, você precisa vender seu peixe e se diferenciar dos outros candidatos. A carta de motivação deve relatar as principais conquistas da sua vida que sejam relacionadas com a área que você pretende estudar, quais são os motivos para estudar no exterior e porque você é o melhor candidato para a bolsa. A carta de motivação não deve ser extensa.

Outro ponto exigido para estudar no exterior são as suas referências. Todos os programas irão pedir de você uma carta de recomendação, seja por um professor ou mesmo o seu empregador.  As cartas são muito importantes pois é quando a instituição verá que  vale a pena investir em você. Procure pessoas que realmente saiba suas qualidades e possam relatá-las na carta. Boas recomendações são essenciais na hora da decisão da bolsa.

Se inscreva para o máximo de bolsas que puder, quanto mais bolsas você tiver concorrendo, maiores serão suas chances de ser contemplado.

Para graduação

Para graduação o número de bolsas não é tão grande, mas existem muitas por aí.  Na Europa existe o programa Erasmus Mundus que oferece bolsas para estudantes de graduação de universidades brasileiras que são parceiras.

O processo de seleção é feito pelas universidades parceiras do exterior e o estudante tem direito de cursar de um a dois semestres na universidade parceira.  Existem também as bolsas de graduação Santander, todos os anos mais de 100 alunos brasileiros de graduação são contemplados.

Para pós-graduação

A maioria das bolsas para estudar no exterior são destinadas aos alunos de pós-graduação.  O programa Erasmus mundus oferece centenas de bolsas todos os anos para alunos de mestrado e doutorado.

As bolsas são para cursar mestrados completos e doutorados na Europa ou para mobilidade acadêmica para quem já estar matrícula em um curso no Brasil.

bolsas de estudo no exterior pós graduaçãoPelo Enem

Os estudantes brasileiros podem estudar em Portugal com a nota do Enem. Porém, para conseguir bolsa o processo é mais trabalhoso.

CNPQ

A CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) oferece o maior número de bolsas para brasileiros.  Atualmente, a maior parte das bolsas de estudo no exterior da CNPQ são para doutorandos brasileiros.

 

Read Full Article

Estudar no exterior é o sonho de muita gente, seja para fazer um intercâmbio temporário, um curso de inglês ou mesmo uma graduação. Todo mundo já imaginou, pelo menos uma vez na vida, como seria a vida de estudante em outro país.

A boa notícia é que esse sonho é uma realidade cada vez mais próxima.  Estudar no exterior está cada vez mais acessível e existem milhares de bolsas de estudos disponíveis. Para a maioria dos brasileiros, os Estados Unidos é o país alvo. Muita gente quer ir para a terra do tio Sam para aprender inglês ou mesmo fazer uma faculdade ou pós-graduação.

Se você tem esse sonho de ir estudar nos Estados Unidos, esse texto foi feito para você.

Fizemos uma pesquisa sobre tudo que você precisa saber para ingressar em uma faculdade nos Estados Unidos. Então, aperte o cinto e embarque nessa viagem.

Como funciona

A primeira coisa que você precisa ter em mente antes de fazer faculdade nos Estados Unidos é que você precisa atender alguns requisitos.Como por exemplo, ter proficiência na língua inglesa. Outro ponto importante é ter um bom histórico escolar, as universidades americanas exigem muito que o aluno tenha um bom histórico durante o High School, nosso ensino médio.

Confira as principais exigências para ingressar em uma universidade americana.

Encontre sua faculdade de interesse

Primeiro, procure qual instituição e curso você deseja ingressar nos Estados Unidos. Pelo próprio site das instituições é possível checar todos os requisitos exigidos, cada instituição possui um processo de seleção próprio.

Faça exame de proficiência

O requisito básico para fazer faculdade nos Estados Unidos é o domínio da língua inglesa, todas as faculdades e universidades irão requerer que o candidato apresente o domínio da língua ao nível de acompanhar um curso de graduação. O candidato deve apresentar um exame de proficiência que comprove o nível de inglês desejado pela universidade.

As universidades possuem seus próprios critérios em relação ao idioma. Os exames de proficiência que as universidades mais exigem são o TOELF and IELTS.  O aluno deve se aplicar para um desses exames antes de se inscrever em uma universidade americana.

Preste o SAT

Parecido com o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), nos Estados Unidos existe o SAT (Scolastic Assesment Test) que é uma prova de aptidão escolar para certificar que o aluno domina matérias básicas antes de ingressar na faculdade.

Tanto americanos como estudantes internacionais precisam prestar o SAT.  Ao contrário do ENEM, no SAT você não precisar fazer prova de todas as disciplinas, por exemplo, se você que estudar engenharia, você só precisará fazer prova de matemática, física e química.

faculdade nos estados unidosÉ de graça?

Nos Estados Unidos existe faculdade pública, porém, diferente das universidades federais do Brasil, o aluno precisa pagar para estudar, muitas vezes, mais caro do que as privadas.  É bom ressaltar que a melhores universidades americanas são privadas como Havard, MIT, Yale e etc.

Para estudar de graça nos Estados Unidos, o aluno deve concorrer a uma bolsa de estudos. Universidades públicas e privadas oferecem um grande número de bolsas para americanos e estrangeiros. Para ser contemplado com uma bolsa o aluno deve apresentar excelentes rendimentos acadêmicos.

Curso de medicina

O ingresso em medicina nos Estados Unidos é totalmente diferente do Brasil. Primeiro, nos EUA o curso de medicina é somente pós-graduação. O aluno deve fazer 4 anos de disciplinas relacionadas a medicina, como química, biologia e etc. Em algumas faculdades existe o curso  pre-med e só então, ele poderá ingressar em uma especialização na Med-school.

Curso de Engenharia

Para cursar engenharia nos Estados Unidos o processo é parecido com o de medicina. O estudante não entra em uma engenharia específica como são as faculdades no Brasil. Primeiro o aluno entra em um ciclo básico de 3 a 4 anos com disciplinas de exatas e depois escolhe em qual engenharia se especializar.

Faculdade nos Estados Unidos Vale a pena?

Essa é uma decisão muito pessoal. Fazer faculdade no exterior sempre há pós e contras. Se você for fazer faculdade nos Estados Unidos e pretende morar no Brasil, você precisa ter em mente que após o curso você terá que revalidar o seu diploma.

O investimento para se graduar nos Estados Unidos também é muito alto. Mas há suas vantagens, como estudar em umas das melhores universidades do mundo, viver imerso em uma outra cultura e aprimorar muito o inglês. Esses diferenciais podem te destacar no mercado de trabalho.

Read Full Article

Já é pertinente a discussão sobre o possível fim do livro impresso. Não significa que seja necessário isso, nossa opinião é que os dois podem coexistir. O fato é que o e-reader passou a ser uma opção viável (principalmente usando um cupom de desconto) para os leitores compulsivos, visto que, os valores de e-books estão muito abaixo dos livros físicos, facilitando a aquisição de vários títulos simultaneamente.

É o equipamento ideal para leitores que viajam muito. Não precisará disputar espaço na mala com outras peças, podendo ser facilmente carregado.

O e-reader não é um tablet. Baixar aplicativos, ou outros softwares não será possível. Ele é um exclusivo leitor de livros eletrônicos. Eles precisarão de energia para funcionar, e de internet para fazer downloads das obras. Esses downloads estarão condicionados ao catálogo das empresas da qual fazem parte.

Três marcas de e-readers que são mais populares no país: Kobo (Livraria Cultura), Lev (Saraiva) e Kindle (Amazon). O Kindle você pode comprar com um bom desconto usando um cupom da Kabum. Nossa avaliação será em cima delas, e de seus modelos mais simples.

E-Reader Kobo Touch

Esse é o modelo básico comercializado pela Livraria Cultura. A disponibilidade de títulos dessa livraria é a menor entre os três.

Ficha técnica:

Valor – R$ 299,00

Tamanho de tela – 6”

Resolução de tela – 1024×758 px

Conectividade – Wi fi

Tempo de bateria – segundo o fabricante, dependendo de seu uso, poderá chegar a quase 2 meses

Armazenamento: 4 GB com memória expansível por micro SD 32 GB

Peso: 174g

Dimensões: 11,4 x 15 x 0,8 cm

E-Reader LEV FIT

Modelo básico da Livraria Saraiva. Em termos de acervo nacional, é o e-reader que oferece mais títulos.

Ficha Técnica:

Valor – R$ 299,00

Tamanho de tela – 6”

Resolução da tela– 600 x 800 px

Conectividade – Wi fi

Tempo de bateria – 3 semanas

Armazenamento – 4 GB com memória expansível por micro SD 32 GB

Peso – 130g

Dimensões – 16,6 x 12 x 0,94 cm

e-readerE-Reader Kindle (Básico)

Dos 3 é o único que não tem entrada para cartão SD, mas unindo seu títulos nacionais e internacionais é maior que as outras duas marcas.

Ficha Técnica:

Valor – R$ 299,00

Tamanho de tela – 6”

Resolução da tela – 167ppi

Conectividade – Wi fi

Tempo de bateria – 2 semanas

Armazenamento – 4 GB

Peso – 161g

Dimensões – 160 x 115 x 91 mm

As três marcas de e-reader carregam muitas similaridades. Porém, o que pode fazer diferença no momento de compra é a quantidade de títulos disponíveis, e ai quem passa na frente é o Kindle. Por sua vez, este possui algumas limitações técnicas, o que abre espaço para Kobo e Lev. As empresas têm outros equipamentos mais avançados em tecnologia, porém, o intuito é somente um: leitura.

Lembramos que o Lev, só poderá baixar e-books da Saraiva, o que mesmo acontecendo com os outros dois. No final, o que deve orientar sua compra, é como sempre, a sua necessidade: muitas obras, ou qualidades estruturais? Decida e aproveite as facilidades deste agradável dispositivo chamado e-reader.

Read Full Article

O slogan de um dos cursos de necropsia diz que o profissional que trabalha nessa área tem “o dom de cuidar de quem se foi”.

Dependendo do curso de necropsia que você fizer, pode trabalhar como técnico ou auxiliar, tanto na rede privada quanto ingressar em um concurso público e ter a estabilidade financeira e profissional que todo mundo deseja.

No artigo de hoje vamos falar mais sobre esse curso, o que você vai aprender nele, como é o mercado de trabalho e onde você pode trabalhar, além de informar onde tem o curso de necropsia nas principais capitais do Brasil.

Conteúdo do curso de necropsia

O conteúdo do curso de necropsia pode variar um pouco de instituição para instituição, e também de acordo com o título (auxiliar ou técnico), assim como acontece com os cursos de graduação e pós graduação, mas existe uma carga horária mínima que as instituições precisam obedecer, assim como um conteúdo básico, para preparar os alunos para o mercado de trabalho.

Durante o curso de necropsia o aluno aprende a:

  • identificar (ou auxiliar) o cadáver;
  • fazer o exame cadavérico;
  • Fazer a abertura, evisceração e fechamento dos corpos;
  • executar e acompanhar as exumações;
  • coletar material biológico e amostras viscerais para exames de laboratório;
  • conservar e embalsamar os corpos;
  • identificar o tipo de morte: violenta (por acidentes de trânsito, do trabalho, homicídios, suicídios etc.), suspeita (sem causa aparente) ou natural;
  • armar e limpar a mesa de necropsia e instrumental;
  • fazer a reconstituição do cadáver;
  • preparar o corpo para o sepultamento.

Também faz parte do curso de necropsia matérias como Anatomia e Fisiologia, Medicina legal, Código de ética, Biossegurança, Configuração de relatórios, entre outras.

Quem pode fazer?

Os requisitos básicos para quem está interessado em fazer o Curso de Necropsia (Técnico ou Auxiliar) são ter no mínimo 18 anos e ter concluído o ensino médio.

Mercado de trabalho

Como dissemos, quem faz o curso de necropsia pode trabalhar na rede privada, auxiliando o médico (legista ou patologista) nos procedimentos de verificação de óbitos; ou em laboratórios de anatomia de instituições de ensino, ajudando os professores durante as aulas técnicas, além de trabalhar no Instituto Médico-Legal (IML), no Serviço de Verificação de Óbito (SVO), em Hospitais, Necrotérios e Funerárias, onde os salários podem chegar até R$2 mil, além do adicional de insalubridade.

Os concursos públicos na área de necropsia também são freqüentes, e as vagas para a Polícia Civil costumam oferecer salários que podem chegar a R$5 mil (dependendo do Estado e do cargo), além do adicional de insalubridade.

Curso de necropsia no Rio de Janeiro

Um dos melhores cursos técnicos de necropsia do Rio de Janeiro acontece na sede da Cruz Vermelha Brasileira, que também oferece o curso em outros lugares do Brasil, como em São Paulo, Belo Horizonte e outros.

Em São João de Meriti existe a formação de auxiliar no Curso RAD, que é uma instituição de ensino especializada capacitação de profissionais para o mercado de trabalho na área de saúde. Informações pelo telefone (21) 3755-1271

Curso de necropsia em São Paulo

Além do curso técnico na Cruz Vermelha, para quem é de São Paulo existem duas unidades da Associação Nacional de Necropsia, que além do curso de Auxiliar de necropsia, oferece outros cursos de capacitação na área. Veja no site do Colégio Ceenpro.

Curso de necropsia no Distrito Federal

Tanto no Distrito Federal quanto em Belo Horizonte o curso técnico em necropsia é oferecido pelo Pronatec, e a falta de profissionais qualificados nessa área faz com tenha muitas oportunidades de emprego. Quem tiver direito (pessoas de baixa renda que possuam cadastro no CadÚnico do Governo Federal), pode se inscrever diretamente no site do Pronatec.

Para quem não tem direito ao Pronatec, um dos cursos técnicos mais procurados é o LS Educacional, que você pode ter mais informações pelo site.

Curso de necropsia em Belo Horizonte

Para quem não tem direito a fazer o curso pelo Pronatec, em Belo Horizonte, existe a opção do curso técnico na Cruz Vermelha Brasileira, e do curso de extensão no Helix Cursos, que é um curso de qualificação em Necropsia Forense de curta duração, com informações no site.

Veja mais sobre o curso técnico em necropsia no vídeo a seguir:

Read Full Article

Os nomes são bem parecidos, mas existem diferenças muito relevantes entre o curso técnico e o curso tecnólogo, como vamos explicar no artigo de hoje.

Tanto o curso técnico quanto o curso tecnológico foram criados para atender à demanda de um mercado de trabalho específico, que precisava de profissionais qualificados para as vagas operacionais, estratégicas e gerenciais.

Por causa disso, é comum que os cursos sejam oferecidos pelas instituições que estão nas áreas que precisam daquele tipo de profissional (como os cursos de Petróleo em instituições que ficam nas cidades que tem porto, por exemplo), e isso aumenta a possibilidade de o aluno “já sair do curso empregado”.

A seguir vamos falar das principais diferenças entre eles, para que você consiga escolher o melhor curso de acordo com os seus objetivos profissionais, e aumentar a sua chance de entrar no mercado de trabalho.

Saiba a diferença entre o curso técnico e o tecnólogo

A principal diferença entre o curso técnico e o tecnólogo é o nível de escolaridade, porque o curso técnico é de nível médio e o tecnólogo é curso de graduação (nível superior) de curta duração, que costuma durar em média 3 anos.

Então, se você tiver concluído o ensino fundamental, pode fazer um curso técnico concomitante (ou Integrado) durante os dois últimos anos do ensino médio, e se já tiver o ensino médio completo, pode ingressar num curso tecnológico.

Outra diferença é a capacitação para o mercado de trabalho: Enquanto os cursos técnicos preparam os alunos para cargos mais operacionais, os cursos tecnólogos preparam os alunos para ocuparem cargos mais estratégicos e até mesmo vagas gerenciais.

qual é melhor curso tecnico ou tecnologo

O que é cada um deles

Como dissemos, o curso técnico é de nível médio e forma os alunos para áreas mais operacionais, como Gestão e Negócios, Ambiente e Saúde, Recursos Naturais, Mecânica, Logística, Contabilidade, Turismo, entre outros. Mas, quem já concluiu o ensino médio e não quer fazer um curso tecnológico ou outro curso de nível superior, pode complementar a sua formação com outros tipos de cursos técnicos para facilitar a entrada no mercado de trabalho com um curso técnico subseqüente, que é disponibilizado em escolas técnicas, institutos federais de educação, e instituições do sistema S (como o Senai e Senac, por exemplo) para quem já terminou o ensino médio.

Também existe a opção de fazer uma Formação Inicial Continuada (FIC) ou Qualificação Profissional, que oferecem cursos de curta duração para qualificar ou especializar quem já está no mercado de trabalho, estudantes do ensino médio e beneficiários de programas federais (como o Bolsa Família, por exemplo).

Os cursos tecnológicos são cursos de nível superior para áreas específicas, como Banco de Dados, Hotelaria, Jogos Digitais, Secretariado, Gastronomia, Petróleo e Gás, etc., e depois de se formar num curso tecnólogo, você pode fazer uma pós-graduação ou prestar concurso público que exija nível superior.

Qual o melhor: Curso técnico ou tecnólogo?

Como falamos, os cursos técnicos e os cursos tecnólogos têm algumas diferenças, mas ambos foram criados para aumentar a taxa de empregabilidade, já que são cursos específicos para áreas carentes de mão-de-obra qualificada, então, independente da sua escolha, existe uma garantia de entrada rápida no mercado de trabalho.

Um fator importante a se considerar é que nem todos os cursos são oferecidos em todas as regiões, o que significa que cada unidade de uma mesma instituição, como o SENAC, por exemplo, pode oferecer um curso em apenas uma cidade e não nas outras unidades, e pode acontecer de você não conseguir fazer o curso que quer (ou que você pode fazer devido à sua escolaridade), dependendo da região que você mora.

Além disso, vale considerar o tempo e o dinheiro que você vai investir no curso, já que muitos cursos técnicos são gratuitos e mais rápidos (duram de 2 meses a 3 anos), enquanto a maioria dos cursos tecnológicos é oferecida por faculdades particulares e são mais longos (podem durar de 2 a 3 anos). Para economizar, procure saber se você tem direito ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Por último mas não menos importante, procure fazer um teste vocacional e ler bastante tanto sobre os cursos técnicos e tecnológicos oferecidos perto da sua casa quanto sobre o mercado de trabalho (que empresas oferecem vagas na área, o valor do salário, etc).

 

Read Full Article

Tanto o Prouni (Programa Universidade Para Todos) quanto o Fies (Financiamento Estudantil) são programas criados pelo Governo Federal para que estudantes de famílias de baixa renda tivessem a oportunidade de ingressar no ensino superior em instituições privadas, possibilitando a realização do sonho da graduação e a inserção no mercado de trabalho.

Nesse artigo vamos falar se você tem direito ao Prouni ou ao Fies e qual a diferença entre eles. Veja a seguir tudo que você precisa saber sobre esses dois programas.

Prouni

O Prouni (Programa Universidade Para Todos) é um programa do Governo Federal criado em 2004 para proporcionar aos estudantes de baixa renda a oportunidade de fazer uma graduação em instituições particulares através de bolsas de estudo, que podem ser parciais ou integrais.

A legislação do Prouni 2017 define que os estudantes que tem uma renda bruta familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa podem se candidatar às bolsas parciais e pagar apenas 50% do valor da mensalidade, e aqueles que tem a renda bruta familiar mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa podem concorrer às bolsas integrais, ou seja, poderão estudar sem precisar arcar com os custos da mensalidade.

Para ter o direito ao Prouni você vai precisar comprovar a condição socioeconômica da sua família, além de cumprir os outros requisitos, que são:

  • Ter cursado o ensino médio (completo ou parte dele) na rede pública ou ter estudado em colégio da rede particular como bolsistas integral; e
  • Ter tirado uma nota média mínima de 450 pontos no Enem 2016 e uma nota maior que zero na prova de redação. Para calcular a sua nota média do Enem você precisa somar todas as suas cinco notas (a nota das quatro áreas de conhecimento e a nota da redação) e dividir o resultado da soma por cinco.

Você também tem direito ao Prouni se tiver algum tipo de deficiência ou se for professor de rede pública em atividade e quiser fazer algum curso de licenciatura ou pedagogia. Os professores são os únicos que não precisam apresentar comprovação de renda.

A seleção para o Prouni acontece duas vezes ao ano, sempre no início de cada período letivo, então, fique de olho no site oficial do Prouni para saber quando você precisará fazer a inscrição para o segundo semestre de 2017.

É importante dizer que se você for bolsista integral ou parcial do Prouni você não poderá solicitar o FIES, estando sujeito a perder os direitos adquiridos. Você também pode perder a sua bolsa por qualquer outra irregularidade na documentação ou por não ter um aproveitamento mínimo de 75% nas provas, entre outros motivos que você deve verificar no site do programa e ficar atento.

fies e prouni

FIES

O FIES (Financiamento Estudantil) também é um programa do Governo Federal e do Ministério da Educação para financiar a juros baixos (6,5% ao ano) os estudos de nível superior de estudantes de baixa renda em instituições de ensino superior privadas em cursos presenciais, e também consideram a nota média do ENEM como um requisito para a aprovação.

Assim como acontece no Prouni, você também precisa ter tirado uma nota média mínima de 450 pontos no Enem (em edições a partir de 2010) e uma nota maior que zero na prova de redação para ter direito ao FIES, e também deve comprovar que a sua renda bruta familiar é de até dois salários mínimos e meio por pessoa.

Durante o curso, você pagará trimestralmente um valor referente aos juros do financiamento. Esse valor será de até R$150 a cada três meses, que você também pagará pelos 18 meses seguintes à conclusão do curso, que é chamado de fase de carência, que serve para você repor o seu orçamento. Após o término da fase de carência tem a fase de amortização, que é quando você efetivamente vai começar a pagar o saldo devedor, que pode ser parcelado em até 3 vezes o período financiado do curso. Exemplo: Se você financiou o curso todo, que teve duração de 4 anos, você poderá parcelar o financiamento em até 12 anos (3 vezes o período de duração do curso).

Para ter mais informações e saber como e quando você deve se inscrever no FIES, você precisa acessar o site do programa em http://sisfiesportal.mec.gov.br.

 

Read Full Article

Quem está empregado precisa fazer de tudo para se manter no emprego, e quem está desempregado, precisa buscar se qualificar ou se especializar para oferecer algum diferencial às empresas, já que em época de crise a concorrência está cada vez maior.

O problema é que quem está trabalhando não tem tempo para estudar, principalmente porque fica muito tempo no trânsito, principalmente se não mora perto dos grandes centros. Para quem está desempregado o problema é outro: Tem tempo, mas não tem dinheiro para investir em qualificação profissional.

A solução para ambos é fazer um curso à distância, que ajuda na qualificação para o mercado de trabalho aí, no conforto da sua casa, com praticidade e flexibilidade de horário, e por um preço muito menor – e muitas vezes até de forma gratuita!

As vantagens de fazer um curso à distância não param por aí, Veja nesse artigo tudo que você precisa saber para atualizar o seu currículo agora.

Tipos de curso a distância

Hoje em dia você consegue fazer todos os tipos de curso à distância, desde um curso livre que te dê apenas noções básicas de um assunto mais simples, quanto um curso de nível superior, passando por cursos de idiomas, preparatórios para concurso público e para o ENEM, cursos profissionalizantes e técnicos.

Esses cursos podem ser oferecidos por instituições renomadas e reconhecidas por órgãos como o MEC ou por cursos menores, no Brasil ou no exterior, e ajudam a profissionalizar, capacitar ou especializar, além de aumentar a empregabilidade e a autoestima de milhares de pessoas de todas as idades.

A carga horária também pode variar de acordo com o objetivo do curso. Os cursos livres são mais rápidos e bem específicos, como os cursos de idiomas, de informática, fotografia, jardinagem, de corte e costura, de cabeleireiro ou de artesanato, por exemplo. Também costumam ser bem baratos e não precisam de autorização do MEC ou de secretarias de educação para funcionarem.

Os cursos livres também podem ser chamados de profissionalizante, porque têm o objetivo de formar profissionais para o mercado de trabalho. Geralmente são considerados cursos introdutórios ou básicos e algumas instituições cobram apenas uma taxa para a impressão ou envio do certificado de conclusão do curso.

Os cursos de capacitação profissional servem para as pessoas que já têm uma formação ou uma profissão e precisam se atualizar em algum assunto específico ou melhorar o seu currículo. São cursos que costumam ter a carga horária baixa e é possível encontrar várias opções baratas e gratuitas.

Os cursos técnicos podem ser feitos tanto por alunos do ensino médio quanto por pessoas que já terminaram o ensino médio e querem se profissionalizar. São cursos regulamentados pelo MEC e têm carga horária que pode chegar a 2 anos, de acordo com o conteúdo. Caso seja a sua opção, verifique se a instituição está cadastrada e o seu curso autorizado no site do MEC.

Os cursos de graduação à distância são oferecidos por instituições de ensino superior e precisam de autorização do MEC para oferecerem o curso à distância. Esses cursos são para as pessoas que terminaram o ensino médio e querem um diploma de ensino superior.

Existem também opções de cursos de pós-graduação à distância, que alunos formados em cursos politécnico ou de graduação tradicional podem fazer.

Quando vale a pena fazer um curso à distância?

A educação à distância (EAD) é uma opção criada para levar os cursos a lugares mais distantes, e para possibilitar que alguém que não more perto do mar possa fazer um curso de petróleo e gás, por exemplo, que geralmente é oferecido em cidades onde as empresas estão localizadas.

Vale a pena fazer um curso à distância se você mora longe de uma instituição que tenha o curso que você quer fazer, ou se o trajeto entre a sua casa ou trabalho e o curso é muito longo ou cansativo.

Também vale a pena fazer um curso à distância se você precisa de horários flexíveis, se tem filhos pequenos e não tem com quem deixar eles enquanto estuda, se tem dificuldade de locomoção ou não pode arcar com os custos de transporte e pra quem quer economizar, já que grande parte dos cursos à distância são mais baratos que os presenciais, mesmo não sendo uma regra geral.

Veja também um vídeo sobre o assunto:

Read Full Article

A Universidade Anhembi Morumbi é uma universidade privada muito conceituada em várias áreas do conhecimento. Sua sede está localizada no estado de São Paulo, e está entre uma das três melhores faculdades privadas do estado.  A Universidade Anhembi Morumbi já ganhou diversos prêmios devido a sua qualidade de ensino, e possui diversos alunos que já foram premiados internacionalmente, elevando o nome da universidade até no exterior.Se você ficou interessado e quer conhecer um pouco mais sobre a Anhembi Morumbi continue lendo esse artigo que nós iremos tirar todas as suas dúvidas.

Sobre a Anhembi Morumbi

Na Anhembi Morumbi existem cursos de graduação e pós-graduação, nas seguintes áreas:

  • Arquitetura;
  • Artes;
  • Comunicação;
  • Direito;
  • Educação;
  • Engenharia;
  • Negócios;
  • Saúde;
  • Tecnologia da informação.

A Anhembi Morumbi trabalha com cursos presenciais e a distância, para melhor satisfazer seus alunos. Quem cursa a Anhembi além de possuir uma ótima formação pode fazer intercâmbio em outros países para aprimorar seus aprendizados.

 

Quais os cursos que a Anhembi Morumbi possui?

A Anhembi Morumbi possui muitos cursos de graduação e pós-graduação, a seguir nós separamos uma lista com o nome de todos os cursos da Anhembi Morumbi.

Cursos de graduação:

  • Administração;
  • Arquitetura e urbanismo;
  • Aviação Civil;
  • Biomedicina;
  • Ciência da Computação;
  • Ciências Biológicas;
  • Ciências Contábeis;
  • Ciências Econômicas;
  • Cinema e Audiovisual;
  • Comércio Exterior;
  • Comércio Internacional;
  • Dança;
  • Design de Animação;
  • Design de Games;
  • Design de Moda;
  • Design digital;
  • Design Gráfico;
  • Direito;
  • Educação Física;
  • Enfermagem;
  • Engenharia Ambiental e Sanitária;
  • Engenharia Civil;
  • Engenharia da computação;
  • Engenharia de Produção;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia Mecânica;
  • Estética;
  • Farmácia;
  • Fisioterapia;
  • Hotelaria;
  • Jornalismo;
  • Letras;
  • Marketing;
  • Medicina;
  • Medicina veterinária;
  • Naturologia;
  • Negócios da Moda;
  • Nutrição;
  • Pedagogia;
  • Podologia;
  • Psicologia;
  • Publicidade e propaganda;
  • Rádio, TV e internet;
  • Relações internacionais;
  • Relações internacionais;
  • Relações públicas;
  • Sistema de Informação;
  • Teatro;
  • Turismo;
  • Visagismo e terapia Capilar.

A Anhembi Morumbi também oferece dezenas de cursos de pós-graduação que estão disponíveis para consultas através do site: http://portal.anhembi.br/grau-academico/pos-graduacao.

Cursos de Educação a Distância.

Outra modalidade de cursos disponíveis na Anhembi Morumbi são os cursos à distância que podem ser de graduação, pós graduação ou tecnólogo, no qual o aluno fará semipresencial, assim deverá ir a universidade apenas para fazer algumas atividades avaliativas.

Os cursos a distância da Anhembi Morumbi são:

Graduação

  • Serviço social;
  • Letras: Língua Portuguesa – Licenciatura;
  • Pedagogia – Licenciatura;
  • Administração;
  • Ciências Contábeis.

Pós Graduação

  • Docência em enfermagem;
  • Gestão em enfermagem;
  • Terapia Nutricional e Nutrição Clinica;
  • Metodologia de ensino na Educação Superior;
  • Psicopedagogia Especial;
  • Inovação em Tecnologias Educacionais;
  • Gestão de Empresas;
  • Especialização em Recursos Humanos;
  • Especialização em Marketing;
  • Especialização em Projetos e Portfólios;
  • Especialização em Gestão da Tecnologia da informação.

No site oficial da Anhembi Morumbi, na página de educação à distância você encontra também a lista completa dos cursos de Tecnólogo.

Medicina na Anhembi Morumbi.

Para quem deseja cursar medicina a Anhembi Morumbi é uma ótima opção. A universidade é muito conceituada no curso de medicina, os profissionais possuem uma ótima formação e já saem prontos para trabalhar. A Anhembi é uma das melhores universidades privada de medicina do estado de São Paulo.

O valor da mensalidade do curso de Medicina na Anhembi Morumbi custa cerca de 6.000,00.

Vestibular Anhembi Morumbi

Se você deseja ingressar na Anhembi Morumbi você precisa ser aprovado no vestibular, ou usar a nota de Enem como forma de ingressar.

Através do vestibular o aluno precisa realizar provas desenvolvidas pela própria instituição. O aluno pode optar pelo vestibular tradicional, no qual a data é disponibilizada pela instituição ou pelo vestibular agendado, que o aluno possui uma data limite para escolher a data para realização das provas de acordo com sua disponibilidade.

Para ingressar através da nota do Enem, o candidato deverá fazer a inscrição através dessa opção e contará a sua nota do Enem do ano anterior a inscrição. O aluno precisa ter obtido boa nota para ser classificado. O aluno que obteve nota alta no Enem pode tentar uma bolsa da própria instituição para fazer seus estudos sem pagar nada ou com um bom desconto.

Read Full Article