Autor: fernanda

O MEC acabou de liberar o gabarito das provas do ENEM realizadas neste ano nos dias 5 e 12 de novembro. Se você fez a prova, provavelmente deve estar ansioso para saber se foi bem ou não, certo?

Pois saiba que se você anotou as suas respostas, agora já pode conferir quantas questões você acertou nos dias de prova.

Veja a seguir como acessar o gabarito do ENEM 2017:

O gabarito do ENEM 2017 já está disponível?

Sim! No momento que estamos escrevendo esse artigo, no dia 14 de novembro a tarde, o MEC, Ministério da Educação já disponibilizou o gabarito das provas do ENEM deste ano. Isso significa que agora você já pode saber se foi bem ou não na prova.

Como conferir minhas respostas?

Para conferir se você foi bem ou não na prova, basta acessar o site do ENEM e escolher pelo dia da prova, que pode ter sido no primeiro domingo, dia 5 de novembro ou no segundo domingo de prova, dia 12 de novembro.

Pela cor da sua prova você irá identificar qual é o gabarito correto e poderá começar a conferir suas respostas.

Lembre-se que no primeiro dia você fez as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação / Ciências Humanas e suas Tecnologias.

E no segundo dia você fez de Ciências da Natureza e suas Tecnologias / Matemática e suas Tecnologias.

Também é importante falar que já estão disponíveis também o gabarito das provas em braile/ledor e libras.

Como acessar o gabarito do ENEM 2017?

Para acessar, BASTA CLICAR AQUI e você redirecionado para a página do MEC, onde poderá consultar as respostas e conferir com o seu gabarito!

Esperamos que você tenha feito uma boa prova!

Gabarito da redação

Infelizmente ainda não é possível saber se você foi bem ou não na redação, já que ela não possui gabarito. Sobre a nota da redação você só vai sair quando for divulgado a nota final da prova, o que acontecerá mais adiante.

Como você deve saber, a redação demora um pouco para ser corrigida porque os corretores precisam avaliar uma por uma e dar uma nota detalhada sobre o que você escreveu na sua prova. Mas não fique ansioso, ok? Em breve você poderá acessar o seu resultado completo e poderá se inscrever no SiSu no curso que tanto sonha.

Read Full Article

O Centro Universitário de Volta Redonda, ou Unifoa, foi fundada em maio de 1968, e além da lista de docentes qualificados e da infraestrutura que oferece aos alunos dos 20 cursos de graduação, como laboratórios, amplas salas de aula e bibliotecas inclusivas com mais de 120 mil livros e periódicos, a instituição tem vários cursos com nota máxima na avaliação do MEC, como o curso de Direito.

Toda essa infraestrutura está distribuída em 6 unidades, para atenderem as necessidades específicas dos alunos dos cursos de graduação e pós-graduação (Especialização), como vamos falar a seguir.

Medicina Unifoa

O curso de Medicina é o mais caro e o mais concorrido nos vestibulares de instituições privadas e públicas de todo o país. O valor do curso se justifica tanto pelo fato de o curso ser integral, quanto pela infraestrutura que as instituições precisam oferecer aos seus alunos para as aulas práticas (como laboratórios e hospitais universitários), e a grande procura se dá tanto pelo status da profissão quanto pelo fato de ter a maior média salarial do país.

Os alunos de Medicina Unifoa vão a campo em ações de Saúde Coletiva (Programas de Saúde da Família), tanto na unidade localizada dentro do campus, como em outras unidades que fazem parte da rede pública conveniada com a instituição, como a Policlínica do campus Três Poços; o Ambulatório Escola do UniFOA (localizado estrategicamente junto ao Hospital Municipal Munir Rafful), além de contarem com uma ampla infraestrutura, com modernos laboratórios de anatomia, fisiologia e bioquímica, o laboratório de habilidades clínicas, onde os alunos atuam em cenários distintos e simulados, e ampliam seus conhecimentos sobre o corpo humano e seu funcionamento; e mais 20 laboratórios que ficam à disposição dos alunos para estudos.

O curso de Medicina Unifoa é reconhecido pelo MEC desde 2006 e foi avaliado com três estrelas pelo Guia do Estudante, da Editora Abril.

A mensalidade do curso de Medicina Unifoa em 2017 foi de R$7.791,00 e com desconto R$7479,36. O desconto é referente ao pagamento até o último dia útil do mês anterior ao do vencimento, com exceção das mensalidades de janeiro e julho.

Odontologia Unifoa

O curso de Odontologia Unifoa recebeu a nota máxima no Enade 2010, e quatro estrelas pelo Guia do Estudante da Editora Abril.

A infraestrutura exclusiva para o curso de Odontologia conta com:

  • Clínica odontológica multidisciplinar I
  • Clínica odontológica multidisciplinar II
  • Clínica odontológica integrada
  • Laboratório de práticas pré-clínicas
  • Laboratório de ortodontia – Laboratório multidisciplinar
  • Laboratório de radiologia
  • Centro cirúrgico
  • Central de esterilização

A mensalidade do curso de Odontologia Unifoa em 2017 foi de R$1.792,00 e com desconto R$1.720,32. O desconto é referente ao pagamento até o último dia útil do mês anterior ao do vencimento, com exceção das mensalidades de janeiro e julho.

Direito Unifoa

O curso de Direito Unifoa foi avaliado com a nota máxima pelo MEC em todos os requisitos, tirou nota 4 no Enade e foi avaliado com quatro estrelas pelo Guia do Estudante da Editora Abril.

Além do reconhecimento e de estar entre os melhores cursos de Direito do Brasil, os estudantes contam com um Tribunal do Júri amplo, escritórios para as práticas profissionais, onde os alunos prestam atendimento gratuito à comunidade (Núcleo de Práticas Jurídicas), supervisionados pelos professores, além do escritório da Cidadania – Núcleo de Atendimento (Defensoria Pública) e de convênios e parcerias como o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

A mensalidade do curso de Direito Unifoa em 2017 varia paraunifoa universidade o turno da manhã e o turno da noite, sendo de R$786,00 e com desconto R$754,56 para o turno da manhã e de R$868,00 e com desconto R$833,28. O desconto é referente ao pagamento até o último dia útil do mês anterior ao do vencimento, com exceção das mensalidades de janeiro e julho.

Pós-graduação Unifoa

A Unifoa também oferece cursos de pós-graduação (Especialização) nas seguintes áreas:

  • Ciências biológicas e da saúde (como Endodontia, Enfermagem Neonatal, Microbiologia Clínica, Ortodontia, Radiologia, etc.);
  • Engenharia e Tecnologia (como Engenharia de Manutenção Industrial, Engenharia de Segurança do Trabalho, e outros); e
  • Humanas e Sociais Aplicadas (como Branding, Direito Processual Civil, Gerenciamento de Projetos, MBA em Gestão Organizacional de Pessoas, etc.).

Onde fica?

A Unifoa fica na cidade de Volta Redonda, região Sul Fluminense do estado do Rio de Janeiro, e a 129 km da capital. Sua sede está localizada na Av. Paulo Erlei Alves Abrantes, 1325 – Três Poços, além de outras cinco unidades para atender as necessidades específicas de alguns cursos, também em Volta Redonda.

Veja também um vídeo sobre a Unifoa:

 

Read Full Article

O slogan de um dos cursos de necropsia diz que o profissional que trabalha nessa área tem “o dom de cuidar de quem se foi”.

Dependendo do curso de necropsia que você fizer, pode trabalhar como técnico ou auxiliar, tanto na rede privada quanto ingressar em um concurso público e ter a estabilidade financeira e profissional que todo mundo deseja.

No artigo de hoje vamos falar mais sobre esse curso, o que você vai aprender nele, como é o mercado de trabalho e onde você pode trabalhar, além de informar onde tem o curso de necropsia nas principais capitais do Brasil.

Conteúdo do curso de necropsia

O conteúdo do curso de necropsia pode variar um pouco de instituição para instituição, e também de acordo com o título (auxiliar ou técnico), assim como acontece com os cursos de graduação e pós graduação, mas existe uma carga horária mínima que as instituições precisam obedecer, assim como um conteúdo básico, para preparar os alunos para o mercado de trabalho.

Durante o curso de necropsia o aluno aprende a:

  • identificar (ou auxiliar) o cadáver;
  • fazer o exame cadavérico;
  • Fazer a abertura, evisceração e fechamento dos corpos;
  • executar e acompanhar as exumações;
  • coletar material biológico e amostras viscerais para exames de laboratório;
  • conservar e embalsamar os corpos;
  • identificar o tipo de morte: violenta (por acidentes de trânsito, do trabalho, homicídios, suicídios etc.), suspeita (sem causa aparente) ou natural;
  • armar e limpar a mesa de necropsia e instrumental;
  • fazer a reconstituição do cadáver;
  • preparar o corpo para o sepultamento.

Também faz parte do curso de necropsia matérias como Anatomia e Fisiologia, Medicina legal, Código de ética, Biossegurança, Configuração de relatórios, entre outras.

Quem pode fazer?

Os requisitos básicos para quem está interessado em fazer o Curso de Necropsia (Técnico ou Auxiliar) são ter no mínimo 18 anos e ter concluído o ensino médio.

Mercado de trabalho

Como dissemos, quem faz o curso de necropsia pode trabalhar na rede privada, auxiliando o médico (legista ou patologista) nos procedimentos de verificação de óbitos; ou em laboratórios de anatomia de instituições de ensino, ajudando os professores durante as aulas técnicas, além de trabalhar no Instituto Médico-Legal (IML), no Serviço de Verificação de Óbito (SVO), em Hospitais, Necrotérios e Funerárias, onde os salários podem chegar até R$2 mil, além do adicional de insalubridade.

Os concursos públicos na área de necropsia também são freqüentes, e as vagas para a Polícia Civil costumam oferecer salários que podem chegar a R$5 mil (dependendo do Estado e do cargo), além do adicional de insalubridade.

Curso de necropsia no Rio de Janeiro

Um dos melhores cursos técnicos de necropsia do Rio de Janeiro acontece na sede da Cruz Vermelha Brasileira, que também oferece o curso em outros lugares do Brasil, como em São Paulo, Belo Horizonte e outros.

Em São João de Meriti existe a formação de auxiliar no Curso RAD, que é uma instituição de ensino especializada capacitação de profissionais para o mercado de trabalho na área de saúde. Informações pelo telefone (21) 3755-1271

Curso de necropsia em São Paulo

Além do curso técnico na Cruz Vermelha, para quem é de São Paulo existem duas unidades da Associação Nacional de Necropsia, que além do curso de Auxiliar de necropsia, oferece outros cursos de capacitação na área. Veja no site do Colégio Ceenpro.

Curso de necropsia no Distrito Federal

Tanto no Distrito Federal quanto em Belo Horizonte o curso técnico em necropsia é oferecido pelo Pronatec, e a falta de profissionais qualificados nessa área faz com tenha muitas oportunidades de emprego. Quem tiver direito (pessoas de baixa renda que possuam cadastro no CadÚnico do Governo Federal), pode se inscrever diretamente no site do Pronatec.

Para quem não tem direito ao Pronatec, um dos cursos técnicos mais procurados é o LS Educacional, que você pode ter mais informações pelo site.

Curso de necropsia em Belo Horizonte

Para quem não tem direito a fazer o curso pelo Pronatec, em Belo Horizonte, existe a opção do curso técnico na Cruz Vermelha Brasileira, e do curso de extensão no Helix Cursos, que é um curso de qualificação em Necropsia Forense de curta duração, com informações no site.

Veja mais sobre o curso técnico em necropsia no vídeo a seguir:

Read Full Article

Nos dias 5 e 12 de Novembro vão acontecer as provas do ENEM 2017, e se você quer fazer medicina ou direito, não deve deixar de ler o artigo de hoje sobre a Universidade de Marília (Unimar), que é considerada referência nesses dois cursos, além de ter vários outros cursos, igualmente bem classificados pelo MEC, como falaremos a seguir.

Fundada em 1956, a Unimar é a maior faculdade da região e tem mais de 30 cursos de nível superior, além dos cursos de pós-graduação Lato Sensu (MBA ou Especialização) e Stricto Senso.

Curso de medicina na Unimar

O curso de medicina na Unimar é reconhecido pelo MEC desde 2001, e em 2016/2017 foi avaliado e alcançou a nota 4, ficando entre os melhores cursos de medicina do país. Além disso, também recebeu a Certificação Municipal de Instituição Amiga da Saúde e o Selo ABMES de instituição socialmente responsável.

Com uma lista de docentes altamente qualificados e ocupando um prédio moderno de cinco pavimentos, com laboratórios para aulas práticas e salas de aula confortáveis, o curso de medicina conta ainda com um hospital universitário, conveniado ao SUS, ambulatórios no próprio campus e nas unidades básicas de saúde e USF do município, além de manter um convênio com a Maternidade Gota de Leite, Santa Casa de Garça, UPA zona sul, Santa Casa de Marília e Hospital Espírita de Marília, onde os alunos atendem a população com a supervisão de seus professores.

O curso de medicina é o mais caro e o mais concorrido do Brasil, tanto em instituições privadas quanto particulares, por conta das chances de empregabilidade e por ter a maior média salarial do país, e por conta da infra-estrutura oferecida, a mensalidade do curso de medicina da Unimar é uma das mais caras do país, custando pouco mais de R$9 mil.

Como o curso de medicina é integral, o aluno não consegue trabalhar e ter uma renda durante os 6 anos do curso, mas se você cumprir os requisitos necessários (situação socioeconômica e média de 450 pontos no ENEM, além de não zerar na prova de redação) você pode concorrer a uma bolsa integral do ProUni (Programa Universidade para Todos), além de financiar os seus estudos com o FIES (Financiamento Estudantil), que são Programas do Governo Federal para promover a entrada de estudantes de famílias de baixa renda em universidades particulares.

Veja também um vídeo sobre a universidade:

Curso de Direito na Unimar

O curso de Direito na Unimar é reconhecido desde 1990 e alcançou a nota máxima do MEC (nota 5), se tornando referência no país.

Com aulas no turno da noite e com mensalidade custando pouco mais de R$800, o curso de Direito da Unimar dura 10 semestres (5 anos) e conta com docentes altamente qualificados (com titulação e experiência), um auditório denominado Tribunal do Juri, totalmente caracterizado em uma área de 110 m² e com capacidade para 140 lugares, além do Núcleo de Prática Jurídica, onde os alunos atendem à comunidade com o apoio e a supervisão dos professores, onde também tem o CEJUSC – Centro de Mediação, Conciliação e Cidadania dentro do Núcleo de Prática Jurídica, que é considerado um grande diferencial da faculdade, por conta de uma parceria que UNIMAR mantém com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo desde 2012.

Onde fica?

A Unimar fica na Av. Hygino Muzzy Filho, nº 1001, em Marília, que é um município de São Paulo localizado na região Centro-Oeste Paulista, próximo a Bauru e distante da capital do estado 443 quilômetros.

Pós graduação Unimar

A Unimar oferece cursos de Pós-graduação Lato Sensu (MBA ou Especialização) nas áreas de Agrárias, Exatas, Humanas e Saúde, além de cursos de Pós-graduação Stricto Senso para quem quer fazer mestrado ou doutorado em Direito.

Veja alguns cursos de Pós-graduação da Unimar:

  • Atendimento Pré-Hospitalar e Medicina de Emergência
  • Ciência dos Alimentos: Segurança e Sustentabilidade
  • Cuidados paliativos
  • Diagnóstico por Imagem
  • Educação Especial e Inclusiva
  • Enfermagem do trabalho
  • Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva Adulto
  • Engenharia de Segurança do Trabalho
  • Estética avançada
  • Fisioterapia dermato e funcional
  • Geriatria
  • Gestão de Processos Industriais
  • Gestão em saúde pública
  • Infraestrutura em Redes de Computadores
  • MBA em Marketing
  • Medicina do Trabalho
  • Nutrição clínica e estética
  • Ortodontia

Todos os cursos de pós-graduação são presenciais. Para saber a lista completa de cursos, basta acessar o site da universidade.

 

Read Full Article

O Prouni (Programa Universidade Para Todos) é um programa do Governo Federal criado em 2004 que oferece bolsas de estudo parciais (50%) ou integrais em instituições privadas de ensino superior para estudantes de famílias de baixa renda que comprovem a sua situação socioeconômica de acordo com as regras do programa, como falaremos a seguir.

Se você fez ou vai fazer o ENEM, cumpre os requisitos do programa e quer entrar para uma faculdade particular com uma bolsa ao invés de financiar através do FIES (Programa de Financiamento Estudantil), fique atento às informações que reunimos nesse artigo para te ajudar a realizar o seu sonho de ter um curso de nível superior e aumentar as suas chances de entrar para o mercado de trabalho.

Veja a seguir como concorrer a uma das bolsas parciais ou integrais do programa.

Já tem data?

Não. A primeira seleção do Prouni acontece antes do começo de cada semestre letivo, e deve ter o seu edital divulgado no início de Janeiro. Se você for fazer o ENEM 2017 em Novembro, e conseguir as notas mínimas (como falaremos a seguir), fique atento ao site oficial do Prouni para saber as datas de inscrição e os documentos necessários para a inscrição.

prouni 2018 logo

Como será o Prouni em 2018?

Segundo a legislação do Prouni 2017, os estudantes precisam comprovar a sua situação socioeconômica para ter direito às bolsas de estudo, e quem tiver uma renda bruta familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa pode se candidatar às bolsas parciais e pagar apenas 50% do valor da mensalidade, e os estudantes que tiverem a renda bruta familiar mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa pode concorrer às bolsas integrais.

Além disso, tem direito ao Prouni os estudantes que cursaram o ensino médio (completo ou parte dele) na rede pública ou que estudaram em colégio particular com bolsa integral.

Assim como o Fies, o ProUni também considera as notas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), ou seja, o estudante precisa ter tirado uma nota média mínima de 450 pontos no ENEM (em qualquer edição desde 2010), e não ter zerado na prova de redação para concorrer às bolsas do programa.

Portadores de deficiência e professores de rede pública em atividade que quiserem fazer algum curso de licenciatura ou pedagogia também têm direito ao Prouni.

Inscrições Prouni 2018

A seleção para o Prouni acontece duas vezes ao ano, sempre no início de cada período letivo, então, você precisa ficar atento ao site oficial do Prouni para saber quando você pode fazer a inscrição para o Prouni 2018, ou para uma das vagas remanescentes, como vamos explicar a seguir.

As inscrições são realizadas exclusivamente através da Internet, com o seu número de inscrição no ENEM e a senha cadastrada. Caso você não lembre da senha cadastrada (ou o número de inscrição do ENEM), você pode recuperá-la no site do ENEM (que foi o órgão responsável pelas inscrições e aplicação das provas do ENEM 2017). Depois, basta clicar em “esqueci minha senha”, informar o seu CPF e data de nascimento e esperar o email com as instruções para trocar a senha.

Vagas Remanescentes Prouni 2018

Quando se inscrever no Prouni, você precisa escolher entre concorrer a uma bolsa normal ou à uma das vagas remanescentes Prouni, isso é, uma vaga que esteja sobrando (seja por falta de candidatos ou por desistência) depois das duas chamadas regulares.

Para ter direito às vagas remanescentes Prouni você precisa ficar atento aos prazos, pois a inscrição na lista de espera não é automática. O prazo de inscrição na lista de espera para as vagas remanescentes Prouni geralmente dura apenas dois dias, e será divulgado junto com o edital do Prouni 2018, no início de Janeiro, no site oficial do Prouni.

As vagas remanescentes fazem primeira chamada convocando os candidatos que ficarem melhor colocados no processo seletivo do ProUni, e como alguns alunos não conseguem apresentar os documentos solicitados, outros desistem da bolsa e outros optam por um curso diferente, e então acontece a segunda chamada. Caso as vagas não sejam preenchidas, são oferecidas aos alunos que estão na fila de espera.

Posso dar entrada no Prouni e no FIES ao mesmo tempo?

Não. Se você conseguir uma bolsa parcial do Prouni, mesmo tendo os requisitos para ter direito ao FIES e financiar os outros 50%, você não poderá solicitar o financiamento estudantil, estando sujeito a perder os direitos adquiridos.

Read Full Article

Quem se inscreveu para fazer o ENEM 2017 vai fazer as provas nos dias 5 e 12 de Novembro, e logo o MEC (ministério da Educação) vai divulgar o edital do ENEM 2018, e por isso, você precisa saber tudo sobre o Sisu, que é um sistema informatizado onde as instituições públicas de ensino superior disponibilizam as suas vagas aos estudantes que fizeram a prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) e tiraram uma nota diferente de zero na redação.

No artigo de hoje vamos explicar como recuperar a senha do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para que você não perca o prazo de inscrições e consiga ingressar logo no curso de ensino superior de sua vontade.

Como recuperar a senha do Sisu

Quem vai fazer a prova do ENEM 2017 agora em Novembro se inscreveu em Maio, e no ato da inscrição, criou uma senha no sistema. Essa senha é a mesma para usar tanto no sistema do Sisu, quanto para participar de programas do Governo Federal como o ProUni (Programa Universidade Para Todos) e o Fies (Programa de Financiamento Estudantil), que também consideram o resultado da sua prova do ENEM.

É importante se certificar de que lembra a sua senha antes do período de inscrições do Sisu 2018, para não perder tempo ou correr risco de perder o prazo. Caso não lembre da senha cadastrada (ou o número de inscrição do ENEM 2017), você poderá recuperá-la no site do ENEM (que foi o órgão responsável pelas inscrições e aplicação das provas do ENEM 2017). Depois, basta clicar em “esqueci minha senha”, informar o seu CPF e data de nascimento e esperar o email com as instruções para trocar a senha.

perdi minha senha do sisu como recuperar

 Como funciona o Sisu 2018

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) tem algumas vagas reservadas em cursos de graduação em universidades, institutos de tecnologia e centros tecnológicos federais e estaduais, e o aluno usa a nota do ENEM e a senha cadastrada para se candidatar a duas opções de curso (em ordem de preferência), informando o nome do curso e a instituição de sua preferência.

Algumas instituições e/ou cursos exigem uma nota mínima no ENEM, e caso a sua nota seja inferior, você será avisado no ato da inscrição, para poder selecionar outra opção. Lembrando que o programa também disponibiliza a Lei de Cotas do Sisu 2018, que reserva 50% das vagas a estudantes que concluíram todo o ensino médio em escolas da rede pública.

Dependendo da sua nota de corte, você pode ser selecionado para a primeira opção, ficar na lista de espera ou ser reprovado. As notas de corte do Sisu 2018 serão atualizadas durante o período de inscrição, permitindo que o candidato analise sua classificação parcial para cada curso, e possa alterar as suas quantas vezes precisar.

Como os candidatos aprovados precisam se matricular na faculdade escolhida dentro do prazo determinado, você pode optar por ficar na fila de espera para a sua primeira opção, mesmo que não tenha sido selecionado inicialmente. Caso as vagas não sejam preenchidas por causa de desistências, quem está na fila de espera vai sendo chamado.

Inscrições Sisu 2018

As inscrições para o Sisu acontecem duas vezes por ano, sempre no início de cada período letivo, então no final de Janeiro (provavelmente no dia 23, com término previsto para o dia 26 seguinte) quem fez o ENEM 2017 poderá se inscrever, usando a senha cadastrada no ato da inscrição e o número de inscrição no ENEM.

Quem perder a inscrição em Janeiro ou não for selecionado (por conta da quantidade de vagas, nota de corte e outros requisitos), poderá se inscrever no segundo semestre, no final de maio, usando a nota e o número de inscrição do ENEM 2017.

As inscrições são feitas exclusivamente pela internet, no site do Sisu e não existe taxa de inscrição.

Prova do ENEM 2018

O edital do ENEM 2018 ainda não foi divulgado, por isso, ainda não sabemos as datas de inscrição e das provas, o valor da taxa de inscrição ou o conteúdo das provas, mas assim que o MEC divulgar as informações, nós vamos postar aqui no site também.

Você também pode ficar atento ao site do MEC para saber assim que o edital do ENEM 2018 for lançado.

Read Full Article

A prova de redação do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é a que tem o maior peso, além de possibilitar a participação do candidato em programas do Governo Federal como o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), o Prouni (Programa Universidade Para Todos) e o FIES (Programa de Financiamento Estudantil), e por isso é tão importante se preparar para ela.

Ao contrário das provas de Linguagens, Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza, o tema da redação do ENEM não é divulgado no edital junto com o conteúdo dessas outras provas, e por isso, no artigo de hoje vamos dar dicas para que você consiga uma boa nota mesmo sem saber o tema da redação do ENEM 2018.

Data ENEM 2018

O edital do ENEM 2018 ainda não foi divulgado pelo MEC (Ministério da Educação), mas deve ser lançado logo no início do ano, e assim que a gente souber, vai ser divulgado aqui também.


Tem dificuldades na hora de fazer a sua redação? Então conheça o curso Redação Total ENEM e aprenda de vez a produzir um bom texto!


Geralmente a prova de redação é feita no mesmo dia das provas de Linguagens e Ciências Humanas, com o tempo de duração de 05h30min, e no outro dia os candidatos têm 04h30min para fazer as provas de Matemática e Ciências da Natureza. Parece muito tempo, mas não é, e por isso você precisa estar preparado e montar uma estratégia eficiente para fazer todas as provas com tranqüilidade.

temas que podem cair na redação do enem 2018

Tema da redação do ENEM 2018

Como falamos, o tema da redação do ENEM não é divulgado no edital junto com o conteúdo que será cobrado nas outras provas, mas sabemos que pode ser qualquer coisa que tenha acontecido na política mundial, ou assuntos relevantes sobre desenvolvimento, problemas sociais, questões ambientais e outras notícias sobre o mundo contemporâneo.

É importante manter-se atualizado para a redação do ENEM lendo os jornais, vendo noticiários de TV e acompanhando as notícias em portais na internet, mas como a possibilidade de temas é quase infinita, fizemos uma lista com os possíveis temas da redação do ENEM 2018 para te ajudar.

Possíveis temas da redação do ENEM 2018

É importante dizer que essa seleção foi feita baseada nos assuntos atuais que nós julgamos ser relevantes, mas que deve servir apenas como uma base de estudos, já que ninguém fica sabendo do tema da redação do ENEM antes do dia da prova.

  • Avanços científicos e tecnológicos: A nossa rotina e a nossa saúde são influenciadas pelas criações como a energia solar, as fontes de energia limpa, o carro elétrico, aplicativos eletrônicos e medicamentos, entre outros.
  • Clima: O mundo continua atento às mudanças climáticas e como podemos diminuir os impactos que causamos.
  • Consumo e sustentabilidade: É um assunto muito atual e está “na moda”, então vale estudar sobre o agronegócio e os problemas ambientais causados pela produção e consumo.
  • Direitos do Trabalhador: A reforma da previdência e a mudança nos direitos do trabalhador rendeu discussões entre políticos, trabalhadores e empresários, e por isso pode ser o tema da redação do ENEM 2018.
  • Doenças epidêmicas: O Brasil vem sofrendo de epidemias de doenças como Zika Vírus, Chikungunya, e até a febre amarela, e vale a pena se informar sobre as formas de contaminação, tratamento e como evitar, por exemplo.
  • Empreendedorismo: Com a crise econômica e a dificuldade de voltar ao mercado de trabalho, vale falar porque muitas pessoas optaram por empreender para sobreviver e manter as suas contas pagas.
  • Esportes: O Brasil sediou grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Em 2018 teremos a Copa do Mundo no Japão e esse pode ser um tema.
  • Liberdade de expressão: Enquanto alguns países vem sofrendo repressão a liberdade de expressão, no Brasil, as pessoas usam as redes sociais para falarem o que pensam, causando vários problemas, e rendendo muita discussão.
  • Questões raciais: O racismo é cada vez mais um assunto de destaque, e vale a pena estudar sobre igualdade de direitos, diversidade racial e apropriação cultural, por exemplo.
  • Sistema prisional: Tivemos alguns problemas nas nossas penitenciárias, o que pode render uma boa discussão sobre possíveis soluções.
  • Violência Urbana: Importante saber os índices, estatísticas e como isso tem afetado a rotina das pessoas nas grandes cidades.

Também é importante dizer que a redação do ENEM é feita em forma de dissertação, ou seja, escrita em prosa e apresentando argumentos, comparações de dados, provas e exemplos.

 

Read Full Article

O FIES (Programa de Financiamento Estudantil) é um programa do Governo Federal e do Ministério da Educação criado para ajudar a financiar os custos da faculdade privada de estudantes de baixa renda para começar a pagar quando conseguir um emprego formal depois de formado.

Entrar na faculdade é o sonho de muitos jovens e adultos, mas nem sempre é possível ingressar em uma faculdade pública. Com o FIES, o sonho do ensino superior se tornou mais fácil, e conseqüentemente, a sua inserção no mercado de trabalho.

Veja no artigo a seguir quais são as novas regras do Fies, se vai ter Fies em 2018, como são feitas as inscrições e tudo que você precisa saber para entrar na faculdade no ano que vem.

Vai ter Fies em 2018?

Sim, vai ter Fies em 2018, com um novo modelo de contrato, para atender a públicos mais diversificados, conforme as regras que falaremos a seguir.

Regras do Fies

O FIES é um financiamento estudantil a juros baixos (de acordo com o seu perfil) para custear as mensalidades da faculdade privada em cursos presenciais.

Para ter direito ao Programa de Financiamento Estudantil (FIES) você precisa cumprir os requisitos socioeconômicos, ou seja, comprovar uma renda familiar bruta mensal de acordo com as três modalidades do programa, que entra em vigor em 2018.

  • Fies 1: taxa de juros zero, renda familiar per capta de até 3 salários mínimos e residentes no Norte, Nordeste e Centro Oeste
  • Fies 2: juros de 3%, renda familiar per capta de até 5 salários mínimos, abrangência nacional
  • Fies 3: juros indefinidos, renda familiar per capta de até 5 salários mínimos, vagas regionais e nacional

Para participar tanto do FIES quanto do Prouni você tem que tirar uma nota média mínima de 450 pontos e não pode zerar na prova de redação do ENEM (que é a prova com o maior peso). Para calcular a sua nota média do ENEM, você deve somar todas as suas cinco notas (a nota das quatro áreas de conhecimento e a nota da redação) e dividir o resultado final por cinco.

fies 2018 regras

Durante o curso, você pagará a cada trimestre um valor referente aos juros do financiamento, que será de até 10% da sua renda mensal a cada três meses, que você continuará pagando até conseguir um emprego formal depois da sua formatura. Esse período é chamado “fase de carência”, e serve para você conseguir repor o seu orçamento antes de começar efetivamente a pagar o saldo devedor (chamada “fase de amortização”).

O saldo devedor pode ser parcelado em até 3 vezes o período financiado do curso, ou seja, se você financiou o curso todo, e ele teve duração de 4 anos, você vai poder parcelar o financiamento em até 12 anos, que corresponde a 3 vezes os 4 anos de duração do curso. Esse saldo pode ser descontado diretamente do salário do estudante.

Como o FIES se baseia nas notas do ENEM, você deve ficar atento ao site do MEC onde divulgarão as datas do ENEM de 201. Se você já fez ENEM em alguma edição anterior (a partir de 2010), também pode usar a sua nota.

É importante dizer que se você optar pelo FIES, você não terá direito ao ProUni (Programa Universidade Para Todos), que oferece bolsas parciais (pagando 50% do valor da mensalidade) ou integrais para os estudantes que cumprirem os requisitos do programa.

Fies para Medicina

O curso de Medicina é o mais caro e o mais concorrido do Brasil, tanto nas faculdades públicas quanto nas privadas, mas com o Fies é possível começar a pagar o curso apenas um ano e meio depois que você se formar na faculdade, mas você precisa ficar atento ao valor máximo da mensalidade, que ainda não foi definido para o Fies 2018.

Para usar o Fies para Medicina os requisitos são os mesmos, ou seja, você precisa comprovar uma renda familiar bruta mensal de até dois salários mínimos e meio por pessoa, tirar pelo menos 450 pontos nas provas objetivas do ENEM e uma nota acima de zero na redação.

Inscrições Fies 2018

Para ter mais informações e fazer a inscrição para o FIES, você precisa acessar o site do programa e usar a pessoal que você criou no ato da inscrição. Essa senha é a mesma que você vai utilizar para acessar os sites do Sisu e do ProUni (se não quiser o Fies).

 

Read Full Article

O ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é a porta de entrada para o ensino superior, e também para programas do Governo Federal como o Prouni (Programa Universidade Para Todos), que garante uma bolsa parcial ou integral para o estudante que cumprir os requisitos, e o FIES (Programa de Financiamento Estudantil), que é o financiamento dos custos da faculdade a juros baixos.

Tão importante quanto se preparar para o ENEM 2018 é ficar atento à publicação do edital, que além de divulgar o período de inscrição, os dias que acontecerão as provas e a divulgação dos resultados, fala sobre o que vai ser cobrado em cada matéria, e o peso de cada nota, como falaremos a seguir.

Data do ENEM 2018

Quem se inscreveu até o dia 24 de maio vai fazer a prova do ENEM 2017 nos dias 05 e 12 de Novembro. Será a primeira vez que as provas acontecerão em dois domingos seguidos, já que antes elas eram aplicadas em um único final de semana, com uma parte das provas no sábado e a outra no domingo.

A data do ENEM 2018 ainda não foi definida, mas deve ser divulgada até o final do ano, ou logo após o resultado das provas desse ano.

Esse ano, as provas de Linguagens, Ciências Humanas e a redação do Enem 2018 acontecerão no dia 05 e no dia 12, os alunos farão as provas de Matemática e Ciências da Natureza.

Quem vai fazer o ENEM 2018 pode se basear nessas informações para saber como vai ser o exame, mas esse artigo é apenas uma previsão, sendo o edital o documento oficial para dizer como e quando serão as provas.

enem 2018 logo

Data das inscrições do ENEM 2018

A data das inscrições do ENEM 2018 também serão divulgadas até o final do ano ou no início do ano que vem, mas as inscrições continuarão sendo feitas exclusivamente pela internet, na página do participante. Para o ENEM 2017 as inscrições foram feitas no portal do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que foi a instituição responsável por organizar as provas, mas para 2018, o site da inscrição pode ser diferente.

Para se inscrever no ENEM 2018 o candidato precisa ter os seus documentos pessoais (RG e CPF), e informar um endereço de e-mail e telefone pessoais atualizados, além de alguns dados referentes à escolaridade e ao grupo familiar.

No ato da inscrição o candidato vai criar uma senha pessoal, que também serve para acessar os sites do MEC, como os portais do Sisu, ProUni e Fies.

Taxa de inscrição do ENEM 2018

A taxa de inscrição do ENEM 2018 ainda não foi definida pelo MEC. Em 2016 a inscrição custou R$ 68,00 e em 2017 a taxa de inscrição foi de R$ 82,00.

Para saber o valor da taxa de inscrição do ENEM 2018, fique atento ao site do MEC, para saber quando o edital com todas as informações será lançado.

Isenção taxa ENEM 2018

A partir de 2017, os estudantes cadastrados no CadÚnico, que é um programa do Governo Federal que aborda famílias com rendimento mensal de até meio salário mínimo por pessoa, ou de até três salários mínimos mensais de renda total da família, serão isentos do pagamento da taxa de inscrição, assim como os estudantes que estão concluindo o ensino médio em escolas da rede pública.

Para maiores informações, consulte o edital do ENEM 2018.

Provas do ENEM 2018

Como falamos, a data das provas ainda não foram divulgadas, mas é provável que as provas do ENEM 2018 aconteçam em dois domingos seguidos, como acontecerá em Novembro com a edição de 2017.

O dia que os estudantes fazem as provas de Linguagens, Ciências Humanas e a redação costumam ter duração de 05h30min, e 04h30min no dia das provas de Matemática e Ciências da Natureza.

Conteúdo das Provas do ENEM 2018

O conteúdo das provas do ENEM 2018 também será divulgado junto com o edital, assim como todas as outras informações referentes ao exame.

É importante olhar o edital de edições anteriores e começar a se preparar mesmo antes de saber exatamente o que vai ser pedido nas provas, e acompanhar as informações no site do MEC.

Redação ENEM 2018

A redação do ENEM é a prova de maior peso, e para ter direito aos programas como o FIES e o Prouni é preciso não zerar na prova de redação.

O tema da redação ENEM não é divulgado no edital, e pode ser sobre notícias políticas, desenvolvimento, problemas sociais, questões ambientais e outras notícias sobre o mundo contemporâneo, em forma de dissertação.

SISU 2018

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) acontece duas vezes por ano, sempre no início de cada período letivo, e você deve usar a senha cadastrada e o seu número de inscrição do ENEM para indicar as suas duas opções de curso (em ordem de preferência), com o nome do curso e a instituição de sua preferência, de acordo com os requisitos.

 

Read Full Article

Os nomes são bem parecidos, mas existem diferenças muito relevantes entre o curso técnico e o curso tecnólogo, como vamos explicar no artigo de hoje.

Tanto o curso técnico quanto o curso tecnológico foram criados para atender à demanda de um mercado de trabalho específico, que precisava de profissionais qualificados para as vagas operacionais, estratégicas e gerenciais.

Por causa disso, é comum que os cursos sejam oferecidos pelas instituições que estão nas áreas que precisam daquele tipo de profissional (como os cursos de Petróleo em instituições que ficam nas cidades que tem porto, por exemplo), e isso aumenta a possibilidade de o aluno “já sair do curso empregado”.

A seguir vamos falar das principais diferenças entre eles, para que você consiga escolher o melhor curso de acordo com os seus objetivos profissionais, e aumentar a sua chance de entrar no mercado de trabalho.

Saiba a diferença entre o curso técnico e o tecnólogo

A principal diferença entre o curso técnico e o tecnólogo é o nível de escolaridade, porque o curso técnico é de nível médio e o tecnólogo é curso de graduação (nível superior) de curta duração, que costuma durar em média 3 anos.

Então, se você tiver concluído o ensino fundamental, pode fazer um curso técnico concomitante (ou Integrado) durante os dois últimos anos do ensino médio, e se já tiver o ensino médio completo, pode ingressar num curso tecnológico.

Outra diferença é a capacitação para o mercado de trabalho: Enquanto os cursos técnicos preparam os alunos para cargos mais operacionais, os cursos tecnólogos preparam os alunos para ocuparem cargos mais estratégicos e até mesmo vagas gerenciais.

qual é melhor curso tecnico ou tecnologo

O que é cada um deles

Como dissemos, o curso técnico é de nível médio e forma os alunos para áreas mais operacionais, como Gestão e Negócios, Ambiente e Saúde, Recursos Naturais, Mecânica, Logística, Contabilidade, Turismo, entre outros. Mas, quem já concluiu o ensino médio e não quer fazer um curso tecnológico ou outro curso de nível superior, pode complementar a sua formação com outros tipos de cursos técnicos para facilitar a entrada no mercado de trabalho com um curso técnico subseqüente, que é disponibilizado em escolas técnicas, institutos federais de educação, e instituições do sistema S (como o Senai e Senac, por exemplo) para quem já terminou o ensino médio.

Também existe a opção de fazer uma Formação Inicial Continuada (FIC) ou Qualificação Profissional, que oferecem cursos de curta duração para qualificar ou especializar quem já está no mercado de trabalho, estudantes do ensino médio e beneficiários de programas federais (como o Bolsa Família, por exemplo).

Os cursos tecnológicos são cursos de nível superior para áreas específicas, como Banco de Dados, Hotelaria, Jogos Digitais, Secretariado, Gastronomia, Petróleo e Gás, etc., e depois de se formar num curso tecnólogo, você pode fazer uma pós-graduação ou prestar concurso público que exija nível superior.

Qual o melhor: Curso técnico ou tecnólogo?

Como falamos, os cursos técnicos e os cursos tecnólogos têm algumas diferenças, mas ambos foram criados para aumentar a taxa de empregabilidade, já que são cursos específicos para áreas carentes de mão-de-obra qualificada, então, independente da sua escolha, existe uma garantia de entrada rápida no mercado de trabalho.

Um fator importante a se considerar é que nem todos os cursos são oferecidos em todas as regiões, o que significa que cada unidade de uma mesma instituição, como o SENAC, por exemplo, pode oferecer um curso em apenas uma cidade e não nas outras unidades, e pode acontecer de você não conseguir fazer o curso que quer (ou que você pode fazer devido à sua escolaridade), dependendo da região que você mora.

Além disso, vale considerar o tempo e o dinheiro que você vai investir no curso, já que muitos cursos técnicos são gratuitos e mais rápidos (duram de 2 meses a 3 anos), enquanto a maioria dos cursos tecnológicos é oferecida por faculdades particulares e são mais longos (podem durar de 2 a 3 anos). Para economizar, procure saber se você tem direito ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Por último mas não menos importante, procure fazer um teste vocacional e ler bastante tanto sobre os cursos técnicos e tecnológicos oferecidos perto da sua casa quanto sobre o mercado de trabalho (que empresas oferecem vagas na área, o valor do salário, etc).

 

Read Full Article